Accueil > EM PORTUGUÊS > Dom Helder : Uma luz na escuridão

Dom Helder : Uma luz na escuridão

Discurso pronunciado pelo deputado estadual, Sr Pedro Eurico.


DURANTE DÉCADAS, O POVO BRASILEIRO SE VIU MASSACRADO PELO OBSCURANTISMO DE UM REGIME QUE SOMENTE FABRICOU A ESCURIDÃO. QUANTO MAIS ESCURA FOI A NOITE, MAIS PRESENTE E ANIMADORA PROCUROU SER A VOZ DA IGREJA NO BRASIL, A COLORIR DE ESPERANÇA OS SOMBRIOS HORIZONTES NACIONAIS.

A IGREJA ESTIMULOU A ORGANIZAÇÃO DO POVO. FOI A IGREJA QUEM GRITOU POR JUSTIÇA SOCIAL, COMPREENDENDO QUE O EVANGELHO NÃO TOLERAVA O SILÊNCIO CÚMPLICE DOS OPORTUNISTAS. EMPRESTOU AOS POBRES, SEM VOZ E SEM VEZ, VEZ E VOZ. COM UMA CORAGEM APOSTÓLICA E COM PROFÉTICA LUCIDEZ, ESTA IGREJA PROCUROU DERRUBAR AS PAREDES DAS SACRISTIAS ACANHADAS EM QUE SE ENTRINCHEIROU DURANTE SÉCULOS PARA GANHAR AS RUAS.

É DENTRO DESTE CONTEXTO QUE SE INSERE A ATUAÇÃO DE DOM HELDER. AO CHEGAR AO RECIFE NO INÍCIO DA DITADURA MILITAR, ACOMPANHANDO DE PERTO O AVANÇO DO AUTORITARISMO E A IMPLANTAÇÃO DE UM REGIME DE TERROR QUE SE APROFUNDAVA A CADA DIA. COM SUA VINDA PARA PRESIDIR A ARQUIDIOCESE, OLINDA E RECIFE GANHARAM UMA VOZ DE FÉ, AFETO E JUSTIÇA, EM MEIO A UM VERDADEIRO MAR DE ARBITRARIEDADES E DESRESPEITO AOS DIREITOS HUMANOS.

PODE-SE DIZER QUE ELE FERTILIZOU COM SUAS IDÉIAS E ATITUDES O DESERTO IMPLANTADO NO PAÍS NAQUELE MOMENTO. EM FUNÇÃO DISSO, PAGOU UM ALTO PREÇO, SENDO PERSEGUIDO E CENSURADO PELOS MILITARES, QUE IMPEDIAM QUALQUER VEICULAÇÃO DO SEU NOME PELOS JORNAIS.

UM DOS PRIMEIROS GOLPES QUE SOFREU FOI O ASSASSINATO DO SEU COLABORADOR, PADRE ANTÔNIO HENRIQUE PEREIRA NETO , CRUELMENTE TORTURADO E CUJO CORPO FOI JOGADO NUM MATAGAL NO BAIRRO DA VÁRZEA. O CRIME PRESCREVEU SEM QUE OS CULPADOS FOSSEM PUNIDOS. ALÉM DE PADRE HENRIQUE, MUITOS OUTROS AGENTES PASTORAIS LIGADOS AO DOM SOFRERAM REPRESÁLIAS. TAIS FATOS, ENTRETANTO, NÃO O INTIMIDARAM NA SUA LUTA POR JUSTIÇA SOCIAL.

DOM HELDER NUNCA PERDEU A OPORTUNIDADE PARA DENUNCIAR A VIGÊNCIA DA LEI DE SEGURANÇA NACIONAL, INSTAURADA EM 64, BASEADA NA DOUTRINA DO MESMO NOME, CRIADA NOS ESTADOS UNIDOS SOB A JUSTIFICATIVA DE COMBATER O COMUNISMO NA AMÉRICA LATINA. COM BASE NESTA LEGISLAÇÃO TODOS QUE DE ALGUMA FORMA, SE OPUNHAM AOS GOVERNOS MILITARES, ERAM VISTOS COMO INIMIGOS E TRATADOS COM TAL.

A LEI, LEGITIMAVA, NA PRÁTICA, O ARBÍTRIO E A VIOLÊNCIA E REPRESENTAVA UMA AGRESSÃO AOS DIREITOS CONSAGRADOS NA CONSTITUIÇÃO COMO LIBERDADE DE PENSAMENTO, DE EXPRESSÃO, DE REUNIÃO, DE LIVRE ASSOCIAÇÃO POLÍTICA E SINDICAL.POR INTERMÉDIO DA COMISSÃO DE JUSTIÇA E PAZ, DA QUAL EU FAZIA PARTE, A IGREJA ATUOU NA DEFESA DE PRESOS POLÍTICOS E, DE FORMA ESPECIAL, NAS GREVES DE FOME QUE REALIZAVAM PARA ASSEGURAR DIREITOS MÍNIMOS.

O ARCEBISPO DE OLINDA E RECIFE TAMBÉM SE POSICIONOU CONTRÁRIO AO ESTATUTO DOS ESTRANGEIROS, INSTRUMENTO CRIADO, DENTRE OUTROS PROPÓSITOS, PARA EXPULSAR OS RELIGIOSOS PROGRESSISTAS DO PAÍS, COMO ACONTECEU COM O PADRE VITO MIRACAPILLO,O PÁROCO DA IGREJA DE RIBEIRÃO.

SEM TRANSIGIR DIANTE DE TODO O APARATO JURÍDICO DE EXCEÇÃO, DOM HELDER FOI À LUTA PACIFICAMENTE, MAS SEM CALAR DIANTE DAS INJUSTIÇAS. DIRECIONOU A IGREJA PARA OS POBRES PROCURANDO DEIXAR UM POUCO DO SEU PENSAMENTO EM CADA COMUNIDADE, EM CADA MORRO, ALAGADO, CÓRREGO E FAVELA. PASSOU A REPRESENTAR NÃO UMA IGREJA RITUALISTA E DISTANTE, MAS UMA IGREJA QUE COLOCAVA OS PÉS NA LAMA, QUE CAMINHAVA ENTRE PEDRAS, MAS QUE NÃO SE AFASTAVA DO POVO.

O RECIFE E OLINDA APRENDERAM COM DOM HELDER A NÃO SEREM CIDADES RESIGNADAS. SEU EXEMPLO ENSINOU A TODOS OS POLÍTICOS E À SOCIEDADE EM GERAL, QUAIS OS COMPROMISSOS QUE PRECISAM SER ASSUMIDOS POR QUEM DESEJAVA COLABORAR PARA A EXTINÇÃO DA MISÉRIA E DA VIOLÊNCIA.

PALAVRAS DE DOM HELDER :

”EU FICARIA MUITO DESENCANTADO SE FOSSE CHAMADO PARA VIVER NUM TEMPO EM QUE PRATICAMENTE TODOS OS PROBLEMAS ESTIVESSEM RESOLVIDOS. DEVERIA SER PROFUNDAMENTE MONÓTONO. EU GOSTO DE DESAFIO. ACHO QUE DESAFIO NOS OBRIGA A NUNCA CRUZAR OS BRAÇOS, JAMAIS PENSAR QUE SABEMOS BASTANTE”. SEMPRE DO LADO DOS EXCLUÍDOS, COMO NÃO LEMBRAR DA LUTA DO DOM PELA MORADIA, ONDE PEDIA COMPREENSÃO PARA COM OS INVASORES DE TERRAS.

PALAVRAS DE DOM HELDER :

”EU GOSTARIA DE LEMBRAR QUE INVASOR FOI TAMBÉM AQUELE QUE CHEGOU UM DIA A BELÉM DE JUDÁ. A ESPOSA GRÁVIDA, VENDO A HORA QUE A CRIANÇA NASCIA, BATENDO DE PORTA EM PORTA, PROCURANDO UM LUGAR ONDE A CRIANÇA NASCESSE. E NÃO HAVIA LUGAR. DESCOBRIAM UMA ESTREBARIA E JOSÉ E MARIA ENTRARAM DE ESTREBARIA ADENTRO.

COMO EU ME COMOVO EM PENSAR, QUANDO EU ESCUTO O NOME DE INVASORES, QUE TAMBÉM FOI O MENINO DEUS”. TENHO ORGULHO DE TER SIDO ADVOGADO E PRESIDENTE DA COMISSÃO DE JUSTIÇA E PAZ E, PORTANTO, ALUNO DE DOM HELDER. NA ÉPOCA, A IGREJA RECONHECIA A PROPRIEDADE PRIVADA, MAS EXIGIA DELA UMA FUNÇÃO SOCIAL. POR ISSO, DEFENDIA A URGÊNCIA DE UMA REFORMA AGRÁRIA, ASSIM COMO MUDANÇAS DAS REGRAS DO JOGO QUE REGIAM A OCUPAÇÃO DAS TERRAS URBANAS. AFORA ISSO, DENUNCIAVA A VIOLÊNCIA POLICIAL CONTRA OS POBRES.

FOI COM BASE NOS ENSINAMENTOS DO DOM QUE ATUEI COMO ADVOGADO EM 102 ÁREAS DE BAIXA RENDA, PROCURANDO GARANTIR O DIREITO À MORADIA E CONDENANDO A VIOLÊNCIA POLICIAL QUE SE ABATIA SOBE A POPULAÇÃO POBRE QUE, ATÉ HOJE VEM SENDO EXTERMINADA, SOB O OLHAR COMPLACENTE DO ESTADO.

POR ESTAS E OUTRAS RAZÕES, PROPUS ESTA JUSTA HOMENAGEM A UM HOMEM QUE FARIA CEM ANOS SE ESTIVESSE VIVO NESTE SÁBADO, MAS QUE NUNCA MORREU PARA AQUELES QUE, COMO EU, DESEJAM UM MUNDO MAIS JUSTO, COM MAIS IGUALDADE PARA TODOS, SEM EXCEÇÃO. COM CERTEZA, PREOCUPARIA DOM HELDER HOJE NO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO, QUE AJUDOU A CONQUISTAR, QUE HOJE SE DISSEMINEM POLÍTICAS PÚBLICAS QUE NÃO LIBERTEM OS POBRES, MAS OS ETERNIZEM NA MISÉRIA E NA INCAPACIDADE DE CRESCER.

PREOCUPARIA DOM HELDER O CRESCIMENTO DA DESIGUALDADE, DA POBREZA, DA CONCENTRAÇÃO DE RENDA, QUE EXIGE DE NÓS UMA REFLEXÃO SOBRE COMO AINDA ESTAMOS LONGE DE CONQUISTAR UMA DEMOCRACIA NÃO APENAS FORMAL, MAS REAL QUE REDUZA TANTA DESIGUALDADE.

PREOCUPARIA DOM HELDER A REDUÇÃO DAS GARANTIAS E DIREITOS INDIVIDUAIS DO CIDADÃO, COM A INSTITUCIONALIZAÇÃO DAS ESCUTAS ILEGAIS, DA REDUÇÃO DOS ESPAÇOS DE LIBERDADE, DAS INVASÕES ARBITRÁRIAS DE ESCRITÓRIOS DE ADVOGADOS.

PREOCUPARIA DOM HELDER O CRESCIMENTO DA INTOLERÂNCIA RELIGIOSA COM A PRÁTICA DO FUNDAMENTALISMO CRISTÃO OU NÃO CRISTÃO, ESPIRAIS DA VIOLÊNCIA E QUE REDUZEM O CRESCIMENTO DE UM SALUTAR ECUMENISMO.

PREOCUPARIA DOM HELDER A GANÂNCIA DO LUCRO FÁCIL, DA ESPECULAÇÃO FINANCEIRA QUE ESTÃO LEVANDO MILHÔES DE PESSOAS AO DESEMPREGO, NO BRASIL E NO MUNDO, NUM CLARO EXEMPLO DE QUE OS ESTADOS PRECISAM DOMINAR OS MERCADOS E NÃO SEREM DOMINADOS POR ELES.

MAS OS IDEAIS DE UM HOMEM QUE SEMPRE VIVEU NO SOPRO DO VENTO DA ESPERANÇA NÃO PODEM DEIXAR DE SER LEMBRADOS E, ACIMA DE TUDO, REVERENCIADOS. NESTE SENTIDO, O NOSSO REGISTRO ESPECIAL AO INSTITUTO DOM HELDER CAMARA, O NOSSO IDHEC, GUARDIÃO, POR TESTAMENTO, DAS MENSAGENS DE AMOR, PAZ E FRATERNIDADE QUE MARCARAM TODA A VIDA DO DOM.

TAMBÉM GOSTARIA DE FAZER UMA REFERÊNCIA À COMISSAO DE JUSTIÇA E PAZ QUE JÁ CITEI ANTERIORMENTE E QUE SERÁ RECONSTRUIDA NOS MOLDES PENSADOS POR DOM HELDER E DOM PAULO EVARISTO ARNS E QUE, INFELIZMENTE, FOI JOGADA NA INQUISIÇÃO, QUE MARCA O PERIODO SOMBRIO DA ATUALIDADE.

MAS OS BONS SENTIMENTOS NÃO MORREM NOS CORAÇÕES DOS QUE TEM BOA VONTADE. POR ISTO, NOSSAS ESPERANÇAS EM RELAÇÃO A CNBB, PARA QUE RESGATE AS PASTORAIS E OS MOVIMENTOS CRIADOS PELO DOM E QUE, HOJE, SOBREVIVEM, LITERALMENTE NAS CATACUMBAS, VÍTIMAS DE PERSEGUIÇÃO, DA MESQUINHEZ E DA VIOLÊNCIA PRATICADAS AO LONGO DESTAS ULTIMAS DUAS DÉCADAS.

MUITOS QUE JÁ LUTARAM POR ESTAS CAUSAS HOJE JÁ ESTÃO NA ETERNIDADE. SÓ CITANDO ALGUNS DELES NESTE MOMENTO DE SAUDADE E RECONHECIMENTO : LORENA DA ACO, PROFESSOR JOÃO FRANCISCO, PADRE HENRIQUE, PADRE JAIME, JOÃO FRANCISCO DA ACO, PROFESSOR SÁ BARRETO, DOM FRANCISCO AUSTREGESILO, CRISTINA TAVARES, DOM LAMARTINE, PADRE ROMANO DA ACO, PADRE HUMBERTO PLUMEN, PELOPIDAS SILVEIRA, ANTONIO BALTAR, FERNANDO FIGUEIRA.

OUTROS AINDA ESTÃO NA LUTA QUE VALE A PENA SER VIVIDA. FAÇO QUESTÃO DE AGRADECER O CONVIVIO AO LONGO DOS ANOS DE LUCINHA MOREIRA, ZEZITA, CRISTINA RIBEIRO, BETE BARBOSA, LAURO OLIVEIRA, ZILDO ROCHA,PADRE EDWALDO,BOSCO E TEREZA GOMES, DILMA OLIVEIRA, LUIS BARROS, LEDA ALVES, FREI ALUISIO, PADRE REGINALDO,PADRE JOÃOZINHO, TEREZA DUERE, CELIA TRINDADE, BRUNO RIBEIRO, ZILDO CALDAS, ALCIDES TEDESCO, PADRE JOSÉ AUGUSTO, ZÉ PAULO E LECTICIA, MARCELO SANTA CRUZ, ENTRE OUTROS.

O MEU AGRADECIMENTO AO HOMENAGEADO DESTA SESSÃO : DOM, VOCÊ ESTÁ AQUI OLHANDO POR TODOS NÓS, COM SEU JEITO MANSO, PARA NOS CONVENCER DE QUE NÃO PODEMOS ESMORECER NA LUTA PELA JUSTIÇA SOCIAL. PARA NOS LEMBRAR QUE TEMOS QUE NOS MANTER FIRMES, INDIGNADOS, PRATICANDO A NÃO-VIOLÊNCIA, POIS COMO DIZIA O HISTORIADOR ERICK HOBSBAWN, EM SUAS MEMÓRIAS, “ O MUNDO NÃO VAI MELHORAR SOZINHO”. A CONSTRUÇÃO DE UM MUNDO NOVO, BEM SABIA DOM HELDER, DEVE SER CONDUZIDA POR NOSSOS SONHOS, NOSSAS UTOPIAS. “POIS CORREMOS O DOCE RISCO DE UM DIA VER OS NOSSOS SONHOS REALIZADOS”, COMO NOS ENSINOU DOM HELDER.

Sr PEDRO EURICO, DEPUTADO ESTADUAL

Dom Helder Camara - Mémoire et Actualité
ACCUEIL | ACTUALITE | MEMOIRE | MORCEAUX CHOISIS | TEMOIGNAGES | NOS LIENS | ASSOCIATION DHMA | EM PORTUGUÊS
Mentions légales - Plan de site